Início Destaques Dia do Índio é dia de consciência para com nossos povos originários

Dia do Índio é dia de consciência para com nossos povos originários

Imagem: reprodução/internet

Há muitos anos, a região do Brasil, considerada hoje como o Estado de MS, também é terra dos povos originários deste continente, os índios. Aqui em Mato Grosso do Sul, temos os povos indígenas Terenas, Ofaiê, Guató, Guarani-Kaiowá e também os Yanomami. Que desde sempre lutam por seus espaços de direito, para que também possam preservar sua cultura além do tempo. De geração para geração.

A nossa capital, Campo Grande, tem uma das maiores aldeias urbanas do Brasil, que fica no Loteamento Marçal de Souza ou Aldeia Indígena Urbana Marçal de Souza (nome dado em homenagem ao Marçal Tupã-i, falecido líder da etnia guarani-nhandevá e defensor incansável dos povos nativos da América do Sul). São cerca de 135 ocas de alvenaria que ficam próximas do Memorial da Cultural Indígena, localizado na Rua Terena – Bairro Tiradentes.

Memorial da Cultura Indígena – Campo Grande/MS (Foto: reprodução/internet)

As tradições são muitas. Como temos várias etnias indígenas, cada uma segue as tradições dos seus. Os Terenas possuem a cultura do plantio, já os Guaranis têm consigo a cultura milenar dos Xamãs, por exemplo. Também é muito comum ver em Mato Grosso do Sul muitas índias oferecendo para venda o milho, a mandioca e até a guavira. A maioria vive do que planta e comercializa, nem sempre o que o governo oferece dá pra sobreviver.

Não somente envolvidos na essência da nossa gente, e da nossa cultura, boa parte da população tem traços indígenas. Se pesquisarmos e repararmos bem, a maioria de nós tem sangue indígena nas veias. Por isso, cabe a todos nós respeitar o estilo de vida, a cultura e as reivindicações desse povo.

Índia descascando pequi (foto: reprodução/internet)

E quem acha que o índio é um ser humano preguiçoso se engana. Eles possuem um modelo de sociedade muito particular. Não se obrigam a trabalhar 44 horas por semana, ou de 8h até 12h por dia. Para entrar neste assunto, é preciso ser muito conhecedor da questão de tempo na história. Quer um exemplo superficial? Quando estamos no trabalho, por vezes não conseguimos resolver coisas de um único dia em poucas horas? Então! Os povos indígenas também se dedicam às suas tarefas, em determinado tempo. É necessário compreender suas tradições, modo de trabalho e, portanto, sua cultura. E que cultura incrível não? A maneira como trabalham seus artesanatos, suas casas, suas roupas é muito linda. Eles expõem seu cotidiano. E são inocentes, em sua maioria.

Neste dia, devemos nos lembrar que ninguém é obrigado a aceitar que os povos indígenas possuem direitos originários na demarcação de terras no Brasil, por exemplo. Precisamos entender que é necessário. Pra isso a história está ai!

Muito mais que um dia para se fantasiar e gritar feliz dia do índio, este dia é pra lembrarmos a importância desses povos na criação do nosso país, em nossa cultura e sociedade. Portanto, os povos originários, merecem muito mais respeito. O dia do índio, também pode ser um dia para se criar consciência!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.