Início Agenda Fasp 2019 tem mais de 50 atrações confirmadas

Fasp 2019 tem mais de 50 atrações confirmadas

O Rio Paraguai é responsável pela migração e colonização da cidade e pela diversidade sociocultural entre Corumbá e países vizinhos

Entre os dias 14 e 17 de novembro a cidade de Corumbá vai pulsar cultura sul-americana. A “Cidade Branca” será o coração cultural da América latina com o 15º Festival América do Sul Pantanal (Fasp 2019). Além de atrações de nomes conhecidos nacionalmente, os artistas locais terão espaço para mostrar sua arte.

Neste ano o Fasp 2019 conta com mais de 50 atrações nacionais e internacionais, com música, literatura, oficina, teatro e dança. Fundada há 241 anos, Corumbá respira e transpira cultura: “Somos o cordão umbilical que une a região aos demais países da fronteira”, disse Joilson Silva da Cruz, Secretário de Cultura de Corumbá.

Para a Diretora-Presidente da Fundação de Cultura de Mato Grosso do Sul, Mara Caseiro, o Festival, é o reconhecimento da identidade pantaneira com suas tradições e diversidade. “Tentamos reunir o que há de melhor em nosso Estado e nos países da fronteira, Bolívia, Paraguai e Argentina”, disse.

Mara Caseiro destacou ainda a contribuição do Festival com o meio-ambiente através de oficinas e palestras além da homenagem ao Rio Paraguai, responsável pela migração e colonização da cidade e pela diversidade sociocultural, que faz de Corumbá uma cidade única.

Nesta 15º edição, serão homenageados também o escritor corumbaense, Hélio Serejo (in memorian), o cantor e compositor Paulo Simões – autor (junto com Geraldo Roca) de uma das canções mais emblemáticas do Mato Grosso do Sul – “Trem do Pantanal”; além do artista plástico Edson Castro, um dos expoentes das artes do Estado – atualmente radicado em Paris, e por último, mas não menos importante, a homenagem à religiosidade do povo corumbaense, por intermédio da curandeira Cacilda.

Com foco na integração das artes, o Festival América do Sul Pantanal 2019 vai contar também com apresentações de grupos teatrais, circenses e de dança sul-mato-grossenses, que terão a companhia de coletivos do Peru, Argentina, Bolívia e Uruguai. Tudo aberto ao público, em palcos na Praça da Independência, no espaço Caixa Cênica e na Tenda Rio Paraguai, no Porto Geral.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.